salkantay-peru-17
Aventura Campo Dica Neve

Trilha de Salkantay – Nosso segundo dia.

salkantay-peru-29

Neste dia também acordamos bem cedo antes mesmo do sol nascer. Logo cedo um dos guias vai até a barraca para lhe dar um bom dia bem humorado e te leva um chá de coca, chega a ser engraçado e não tem como acordar de mau humor, mesmo sendo às 5h da manhã. Toda manhã era sagrado escutar um despertador chamado Juan com sua famosa frase (HOLA HOLA! Buenos dias. Coca tea?) nos acordar e isso se repetiu nos demais dias de trilha. O chá que ele te oferece tem duas funções, a primeira é para te aquecer pois a temperatura externa está congelante, e a segunda é te prevenir do bendito “soroche” pois nesse dia você acaba subindo de 3900m até os incríveis 4600m de altitude. Assim que beber (e te recomendamos beber) você fica com mais coragem para sair da barraca e encarar o frio lá fora para tomar o café da manhã no abrigo logo em frente as barracas. Assim que finalizamos o café deixamos o acampamento, por volta das 7:00, rumo a montanha Salkantay.

salkantay-peru-11


Durante o percurso encontramos com nativos que são pura simpatia.


Bom, nesse dia é importante ressaltar que o percurso começa leve, mas logo tudo isso muda. O caminho que parecia simples começa a mudar logo na primeira hora de caminhada, do leve ao difícil em questão de minutos, e uma vez que começa a subir você não pára mais até chegar ao topo da montanha de Salkantay. Esse é considerado o dia mais difícil da trilha, e não é à toa, o frio é tão intenso que todos os córregos estão parcialmente congelados e acredite você vai precisar cruzar alguns deles tentando não molhar os pés. O bom dessa parte é que para quem achar que não está pronto para toda essa subida pode contratar cavalos que te levam até o topo da montanha e de lá você pode seguir a pé. Nossa companheira de trilha que passou mal na subida da laguna, precisou subir à cavalo, assim como a vovó do grupo, a partir dali vimos que a subida a cavalo é mais comum que parece, muitas pessoas não encaram as 3h 30min de subida.
Como nós não sabíamos o que nos esperava e resolvemos ir caminhando mesmo, mas claro que no nosso ritmo e fazendo várias paradas para contemplar as belezas do local e para recuperar o fôlego lógico rs (acredite você vai precisar destas paradas). O ar lá em cima é rarefeito, o que te faz cansar muito mais rápido do que o normal tornando essas paradas se fundamentais para seguir subindo. Durante a subida até o topo da trilha leva em média, como falamos ali encima,  3 horas e 30min de caminhada e vale muito a pena, chegar ao topo causa uma sensação maravilhosa de conquista e superação. Lá do alto da imponente montanha Salkantay pudemos observar avalanches que acontecem a todo momento, um espetáculo lindo e único de se ver.

salkantay-peru-13

salkantay-peru-15

salkantay-peru-27
salkantay-peru-24
salkantay-peru-25
salkantay-peru-26
salkantay-peru-28

Quem não passou mal durante a subida fica com a difícil missão de ficar ali contemplando aquela beleza de montanha antes de começar a descida,  já as pessoas que passaram mal começam a descida o mais rápido possível, pois só assim conseguem melhorar dos enjôos e náuseas causados pela altitude. A descida é bem suave, nada impossível ou de outro mundo, mas é bom recomendar que utilizem os bastões que são alugados ou fornecidos pelas agências durante toda ela, os joelhos acabam sofrendo demais com a pressão e isso pode te prejudicar nos demais dias de trilha. O percurso de descida até o local de apoio onde almoçamos dura aproximadamente 1h e 30min.


Uma das melhores partes do dia, o almoço!


Quando chegamos no ponto de apoio, montado pelo pessoal que nos acompanha, o almoço já estava pronto (não precisa nem dizer que estava delicioso por que não queremos ser repetitivos), mas a melhor parte deste dia fica por conta do descanso que vem logo após todos finalizarem. Nossa dica é para aproveitar para se deitar e descansar, assim vai conseguir encarar a segunda parte da caminhada que é bastante longa com muita mais energia e vontade. Aqui nesta parada existem banheiros, logo quem precisar usar é uma das únicas paradas com banheiro limpo da trilha, precisa apenas separar alguns soles para usá-los.
Desse ponto até o acampamento a trilha é bem tranquila e com praticamente só descidas. Levamos aproximadamente três horas até a chegada ao próximo acampamento.

Este segundo dia de trilha é marcado pelas incríveis mudanças de paisagens. Pegamos desde neve no alto da montanha de Salkantay até mata Atlântica na descida para nosso acampamento, não sabemos nem explicar como isso é possível, mas só vendo para entender.

salkantay-peru-18

Quando chegamos no acampamento, as barracas já estavam montadas e prontas para ocuparmos com as nossas coisas.

Nesse dia já da para tomar banho, mas prepare-se pois é bem sujo, a vantagem que é quentinho. Portanto chinelos são indispensáveis nesse momento. Você precisa comprar uma ficha no local para poder tomar banho e a dica é garanta logo que chegar para não pegar o banheiro cada vez mais sujo, por que ninguém limpa.
O chuveiro é separado do lugar da bacia sanitária (privada), que também é bom salientar que é bem sujo. O local do camping só possui um chuveiro e uma bacia sanitária para todos que passam por lá, e não existem separações – é tudo misturado homens com mulheres. Então garanta logo seu banho assim que chegar.

salkantay-peru-12

Depois do banho nos reunimos todos no abrigo para o jantar e contar das aventuras do dia abastecidos por uma pipoca feita pelo pessoal da agência. O camping possui tomadas caso precise carregar alguma coisa, mas dentro da barraca é essencial ter uma lanterna ou headlamp para conseguir achar e organizar as suas coisas. Como o dia é super puxado, dormimos cedo para nos recuperar para o próximo dia. Nós ficamos muito preocupados com as baterias das câmeras e celulares, como não sabíamos imaginamos logo ficar sem energia durante os cinco dias de trilha, mas fique tranquilo(a) que não vai sofrer com falta de energia durante o percurso, só o primeiro dia é mais precário e talvez não ache nenhuma tomada para carregar seus aparelhos, o que não ocorre nos dias seguintes, a dica é levar tudo bem carregado e deixar os celulares no modo avião para não descarregarem mais rápido.


Locais: Soraypampa – Chaullay – Colpapampa

Alimentação: Café da manhã, almoço e jantar já estão incluídos nesse dia. Importante levar alguns snacks para comer ao longo do dia. Chocolates, frutas e castanhas são sempre uma boa pedida para trilhas, além da água lógico.

Roupa: O ideal é usar roupas confortáveis para a caminhada e um bom tênis ou bota para trilha. Na mochila leve só o essencial para o dia e não precisar levar peso a toa. Não esqueçam do boné, óculos de sol, protetor solar e labial, repelente e um casaco.

Caminhada: 22km em média (é o dia que mais caminhamos).

Hospedagem: Dormimos em barracas.

Estrutura: Possui banheiros pagos na parada para o almoço e no acampamento o banheiro é misto e bem sujo. Vá psicologicamente preparado para esse dia.

Higiene pessoal: Cada um tem que levar o seu papel higiênico. O ideal é levar também lenços umedecidos, álcool em gel para as mãos e talco para os tênis. Chinelos são essenciais para o banho nesse dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *